sábado, 20 de dezembro de 2008

Origem do Presépio

Na minha casa desde que eu era pequena, a primeira e a última coisa que montada e desmontada é o presépio.

Levei essa tradição para minha casa, e faço isso com meus filhos desde que eles eram muito pequenos.Pois é sempre importante lembrar que o Natal não é uma data qualquer onde os presentes são o mais importante.

Não devemos esquecer que o Papai Noel é o convidado da festa, como nós, da grande festa de aniversário de Jesus.

Cabe a nós nos lembramos que numa festa de aniversário o mais importante é o aniversariante e, nesse caso é JESUS.



As esculturas e quadros que enfeitavam os templos para ensinar os fiéis, além das representações teatrais semilitúrgicas que aconteciam durante a missa de Natal serviram de inspiração para que se criasse o presépio, que hoje é uma tradição na Itália, na Espanha, na França, no Tirol austríaco, na Alemanha, na República Checa, na América Latina e nos Estados Unidos.

A tradição católica diz que o presépio surgiu no século 13, quando São Francisco de Assis quis celebrar um Natal o mais realista possível e, com a permissão do papa, montou um presépio de palha, com uma imagem do Menino Jesus, um boi e um jumento vivos perto dela. Nesse cenário foi celebradada em 1223 a missa de Natal. O sucesso dessa representação do presépio foi tanta que rapidamente se estendeu por toda a Itália. Logo se introduziu nas casas nobres européias e de lá foi descendo até as classes mais pobres.

Na Espanha, a tradição chegou pela mão do monarca Carlos III, que a importou de Nápoles no século 18. Sua popularidade nos lares espanhóis e latino-americanos se estendeu ao longo do século 19 e na França não o fez até inícios do século 20.

Fonte:http://drisantos.blogspot.com/

Um comentário:

Dulce disse...

Seu blog é muito interessante, gostoso de se ler. Gostei muito.
Parabéns.